MENU

Hamlet 「PDF」 - William Shakespeare

Hamlet (PDF) - William Shakespeare - Livros em PDF para Download - Domínio Público

Hamlet é uma tragédia de William Shakespeare, escrita entre 1599 e 1601.



TOP 1 Brasil



Hamlet 「PDF」 - William Shakespeare

Hamlet (PDF) - William Shakespeare - Livros em PDF para Download - Domínio Público

Hamlet é uma tragédia de William Shakespeare, escrita entre 1599 e 1601.

A peça, passada na Dinamarca, reconta a história de como o Príncipe Hamlet tenta vingar a morte de seu pai Hamlet, o rei, executando seu tio Cláudio, que o envenenou e em seguida tomou o trono casando-se com a mãe de Hamlet.

A peça traça um mapa do curso de vida na loucura real e na loucura fingida — do sofrimento opressivo à raiva fervorosa — e explora temas como a traição, vingança, incesto, corrupção e moralidade.

Resumo - Hamlet



Escrita entre os anos de 1599 e 1601 por William Shakespeare, Hamlet é considerada uma tragédia. A peça se passa na Dinamarca, e conta a história do Príncipe Hamlet que tem como objetivo vingar a morte do rei Hamlet, seu pai, que foi executado pelo próprio irmão, Cláudio. Depois de envenena-lo, Cláudio casou-se com a rainha e se tornou rei daquele país.

Hamlet traça um mapa do curso de vida na loucura fingida ou na loucura real, explorando ainda profundamente temas como corrupção, traição, incesto, vingança e moralidade. Além disso, essa é a peça mais longa de Shakespeare e ainda, a que provavelmente lhe deu mais trabalho, já que ela acabou sendo considerada tempos depois, como uma das peças mais influentes e poderosas da língua inglesa.



Resumo de Hamlet: A história e o autor

Sinopse - Hamlet



O personagem principal dessa tragédia é o Príncipe da Dinamarca, Hamlet, filho do Rei Hamlet, que havia sido morto recentemente pelo próprio irmão, Rei Cláudio, sucessor do rei. Logo após matar o irmão por envenenamento, Cláudio se casa com a rainha viúva, Gertrudes e assume o poder e o trono.

Nesse contexto, a Dinamarca encontrava-se em disputa com a vizinha Noruega, e existia uma expectativa de que haveria uma invasão, liderada pelo príncipe da Noruega.

Tempos depois, um fantasma começa a assombrar os arredores do castelo de Elsionore, e a aparência deste, relembrava muito ao falecido rei. O primeiro sentinela a avistar esse fantasma, que atendia pelo nome de Horácio, era muito amigo do Príncipe Hamlet, e logo o chamou para que também visse aquela assombração.

Ao conversar com o Príncipe, o fantasma conta que havia sido assassinado pelo próprio irmão e tio dele, o rei Cláudio, e pede para que o filho se vingue de sua morte. Assim, Hamlet se encontra cada vez mais determinado a vingar a morte do pai, mas acaba se deparando em diversas dúvidas, morais e filosóficas, dando a impressão de ter enlouquecido. Preocupada, Gertrudes, sua mãe e atual rainha da Dinamarca, e o padrasto, enviam dois amigos do príncipe para averiguarem o que poderia estar acontecendo com o jovem.

Nessa altura da história, Hamlet já estava apaixonado por Ophelia, filha do braço direito do Rei Cláudio, Polônio. Este, acaba suspeitando de que Hamlet estava ficando louco por conta de um amor mal-resolvido por sua filha. Assim, o Polônio e o rei resolvem espiar uma conversa entre os jovens, e acabam tendo uma surpresa: é Hamlet quem maltrata Ophelia.



Quando uma companhia de teatro chega no castelo do príncipe, ele resolve usar alguns atores para verificar se o Rei Cláudio é realmente o grande culpado pela morte de seu pai. Ele então manda que as atores recriam uma peça em que o assassinato em questão, acaba por contar para a plateia, o que o fantasma do rei havia lhe contado.

Como ele já imaginava, Cláudio se levanta e deixa a sala. Não satisfeito, o príncipe Hamlet vai atrás do rei, com a intenção de mata-lo, mas quando o vê rezando, acaba recuando, decidindo por assassiná-lo mais tarde.

Por sua vez, o rei decide que o enteado e sobrinho se tornou um problema, e planeja manda-lo para a Inglaterra. Algum tempo depois, Gertrudes e Hamlet conversam no quarto dela, e o jovem então condena a própria mãe pela deslealdade que fez com seu pai. Enquanto isso, o fiel escudeiro do rei, Polônio, escutava tudo escondido atrás de uma cortina. Ao escutar um barulho, Hamlet pensa ser o rei, e então aniquila Polônio.

A morte de Polônio, chegou ao ouvido do Rei Cláudio e totalmente indignado, decide mandar logo menos o príncipe para a Inglaterra. Depois que o barco partiu, ele foi atacado por piratas. O príncipe então oferece dez mil coroas para que os piratas o levem de volta para o castelo, e assim, ele finalmente consegue voltar.

Por causa da morte de seu pai, e também pela rejeição de Hamlet, Ophelia, filha de Polônio, acaba enlouquecendo. Laertes, seu irmão, volta nesse momento para a Dinamarca, com a intenção de vingar a morte de seu pai e de sua irmã, que recentemente havia se suicidado.

O rei Cláudio então organiza uma batalha de esgrima entre os dois. Mas, tratava-se de uma armadilha. Na ponta da espada de Laertes, havia veneno. Caso o príncipe vencesse o duelo, Cláudio brindaria, colocando veneno no copo do jovem.

Enquanto Ophelia era velada, Hamlet demonstra profunda tristeza e também arrependimento. Durante o duelo, Hamlet começa vencendo. Como comemoração, a rainha bebe um copo de vinho, justo aquele que estava envenenado. Ao mesmo tempo, Laerte consegue ferir o príncipe com a espada envenenada.



Algum tempo depois, os combatentes acabam trocando de maneira acidental as armas, e Hamlet acerta Laertes com o veneno. Quando finalmente percebe a armadilha, Hamlet obriga o Rei Cláudio a tomar a taça com o vinho envenenado. No final, Laerte isenta Hamlet da culpa pela morte de seu pai, e os três homens morrem, um depois do outro.

Personagens - Hamlet



Hamlet é o Príncipe da Dinamarca; filho do já morto Rei Hamlet, e sobrinho do presente Rei dinamarquês, Cláudio.

Cláudio é Rei da Dinamarca, eleito ao trono após a morte de seu irmão, o Rei Hamlet. Cláudio casou-se então com Gertrudes, esposa do seu falecido irmão.

Gertrudes é a Rainha da Dinamarca, e esposa do falecido Rei Hamlet, agora casada com Cláudio, e mãe de Hamlet.

O Fantasma do pai de Hamlet, que lhe aparece para falar que, na realidade, foi envenenado por seu irmão Cláudio.

Polônio ("Corambis" em "Q1") é o primeiro-ministro, conselheiro do Rei Cláudio.



Laertes é o filho de Polônio, e está retornando de Paris para Elsinore.

Ofélia é a filha de Polônio, e irmã de Laertes, que vive com seu pai em Elsinore. Ela é apaixonada pelo príncipe Hamlet.E podemos dizer que por fim morreu de amor.

Horácio é um grande amigo de Hamlet, que se moveu a Elsinore com o intuito de presenciar o funeral do Rei seu pai.

Rosencrantz e Guildenstern são amigos de infância e de escola do príncipe Hamlet. Foram chamados por Cláudio e Gertrudes, que desejavam alegrar o príncipe com a presença dos amigos, já que ele se encontrava melancólico pela morte do pai.

Fórtinbras é sobrinho do antigo Rei da Noruega, e atual Rei desse país. Ele também é filho do sênior Fórtinbras, que morreu num combate com o pai de Hamlet.

Frases - Hamlet



Duvida da luz dos astros, De que o sol tenha calor, Duvida até da verdade, Mas confia em meu amor.



Há algo de podre no reino da dinamarca. (Hamlet)

Droga pessoa idiota, agora aguenta. Ninguém mandou achar que era dono do mundo e nada podia acontecer.

HAMLET: Pode-se pescar com um verme que haja comido de um rei, e comer o peixe que se alimentou desse verme.
O REI: Que queres dizer com isso?
HAMLET: Nada; apenas mostrar-vos como um rei pode fazer um passeio pelos intestinos de um mendigo.

O hábito, esse demônio que devora todos os sentimentos. (Hamlet)

Necessito de sangue em vez de lágrimas. (Hamlet)

Foi curto. Tal como o amor das mulheres. (Hamlet)



Acima de tudo sê fiel a ti mesmo, Disso se segue, como a noite ao dia, Que não podes ser falso com ninguém.

Cara Gertrudes, as tristezas não andam como esías, mas sempre em batalhões. (Hamlet)

Há mais coisas no céu e terra, Horácio, do que foram sonhadas na sua filosofia. (Hamlet)

Seja fiel a ti mesmo e que a minha benção te amadureça em teu espírito.

Análise - Hamlet



O maior dramaturgo da literatura universal, William Shakespeare, provavelmente baseou-se na publicação de Histoires Tragiques, de François de Belleforest, para compor a obra que fala de um mito muito antigo na lenda escandinava. Hamlet é uma peça composta entre 1601 e 1602, e conta o drama de Hamlet, um solitário príncipe da Dinamarca que teve de abandonar seus estudos na Universidade de Wittenberg para ir morar na Corte, em Elsenor, depois da morte do pai.

Hamlet e Ofélia Hamlet, príncipe da Dinamarca, é seguramente a tragédia de Shakespeare mais representada em todos os tempos e a que mais se prestou a interpretações de toda ordem. Praticamente todos os escritores e pensadores importantes nos últimos quatro séculos deixaram suas impressões sobre o impacto que lhes causou a história do infeliz príncipe da Dinamarca, constrangido a fazer, sem nenhuma vocação para tal, uma terrível vingança.



Hamlet apresenta as várias faces do talento literário de Shakespeare, num texto em que drama histórico, tragédia, sátira e romance mesclam-se ao longo da apaixonante trajetória do jovem príncipe da Dinamarca.

A peça, mostra como Shakespeare apresentava uma capacidade inquietante de atravessar os obscuros labirintos da mente humana, desnudando paixões, iluminando desejos, apontando os grandes fantasmas que perseguem a humanidade desde sempre. Uma obra inigualável da literatura, onde estão presentes dúvidas, dores, medos, paixões.


Hamlet 「PDF」 - William Shakespeare


Livro em PDF para Download - Domínio Público