MENU

Cypher Pineapple 「Letras」

Ducon | Chris | Dudu | Bob | DK 47 | Cesar Mc - Pineapple StormTV

Yeah. Mídia do Jogzz, cabeçada do Zidane



TOP 1 Brasil


Cypher Pineapple 「Letras」

Ducon | Chris | Dudu | Bob | DK 47 | Cesar Mc - Pineapple StormTV

Yeah. Mídia do Jogzz, cabeçada do Zidane

[Verso 1: Ducon]
Não tem como controlar o que eu sinto
Isso é de dentro pra fora e eu não minto
Tô com pena de quem não acreditou
Tamo pronto pra jogar e eu tô liso
Essa vai pros meus fiel, tamo vivo
Pros irmão que foi pro céu sem motivo
Pro menor que chutou e não fez gol
Pra coroa que perdeu o seu filho
Eles querem o extermínio da população
Guerra mundial, só destruição, foda-se a nação
O espiritual não é mentira não, não é mentira não
Deixa eu te contar a manipulação
Igual a TV que tu nunca vê, mas tu crê
Sempre tudo aquilo que eles fazem parecer




Se alguém falar que tu não vai ser, manda se fuder
Que o sonho só depende de você
E diz pra mim o que te dá prazer
Tu quer se vender, mas depois a conta vem, tudo te convém
Se o [?] babar, quem que vai cobrar?
Nem vou responder, ninguém mais sabe pra onde vai o trem
Deixa eu te falar: "Já tá na Terra o anticristo, é
E andam dizendo que é o Jared Kushner
A cena tá estranha, até o Sant parou de fazer rap
Mundo tá acabando, eu acho que isso vai dar merda, lek
Pastores, maçãs, construção do terceiro templo
Tá na profecia que esse agora é o momento
Jogo tá no fim, é a prorrogação terceiro tempo
Deus, olhe por nós e amenize o sofrimento, luz"

[Verso 2: Chris]
Segundo livro sagrado, o fim dos tempos
O certo iria parecer o errado
Tipo um homem de farda que me enquadra na trans de arma
Sabe que o que furta armas é o [?] do mesmo lado




Ahn, Rio de Janeiro, BH, nada mudou pra nós
A mídia suja manipula pra calar minha voz
Se reduz verba, educação estimula a pensar
Pra ninguém responder, mano, onde tá o Queiroz?
Eu queria ser você, me desculpe, [?]
E são 16 na Terra, tu peita, o exército atira 80
O carro de nenhum cidadão, cor, descendente
A família era de [?], não foi acidente
Não acredite no que eles dizem
Esses caras não são nada do que eles dizem
Escrevendo cartas mais enigmáticas pra num abuso de poder
Não saber como reis se vivem
Reis e rainhas do gueto
O sangue que cobre as ruas em 71% dos caso é preto
Quem determina não sou eu, então pense antes de apontar o dedo
Já perdoamos mais de 70 vezes 7
Acreditando que algum dia esse [?] encerre
Assassinos de sonhos em série
E eu não sou o negro que morre no início dessa série




[Verso 3: Dudu]
A militância virtual mata outro jovem preto
Condenado por fazer parte do sistema podre
Porém não sabem que o problema não era o negão
E sim ainda vermos capitães do mato [?]
Inverno de sangue à vista sobre a primavera
Fascista como governante em pronunciamentos
Equidade é só utopia
Eu avisei que se tem preto vai ter bala que não importa o momento
Todos chama de mano, porra, eu quero tua alma
Espero que chore e nunca [?]
O [?] é só a ponta do iceberg
Mas preferem marcar folhas do que atacar a raiz do problema
Lugar de fala quem tem, tem sido ocupados por brancos falando algo
'Cês querem guerra? 'Cês terão, cansamos de pedir pra parar, cês tão [?]
Inimigo aqui quem tem, achei um lugar onde os nossos não pode errar
Quem tá com trato é mandado e avisa pra eles que nós vamos revidar

[Verso 4: Bob do Contra]
E se pensar com emoção os negócios não fazem sentido




Evite comparações, elas quase nunca fazem sentido
Não faz sentido pra mim dizer sentido
Vim desorganizar sua organização, caguei pro seu militarismo
Eu sou o mesmo igual naquela lá, eu fui sincero
[?] dos que defenderam, tão vendo a merda que fizeram?
Papo reto, progresso aqui é utópico, lúdico
Esse Bob rima pra caralho, nada mal pra um cantor de acústico
Tô sempre aqui do seu lado, mas 'cê num liga pra mim, não
Errar não é pecado, pecado é não abrir sua visão
Preocupação com views
Brasil do progresso que ninguém viu, estado faliu
Você ligado em famoso e seu estado civil, meu povo elegendo imbecil
Ah, e isso não é fake news
Educação pífia na escola, querem agora me tachar de usuário de droga
Três hora preso no morro, queimaram meu rosto
Falta educação, a preocupação é acabar com o Baile da Gaiola
Criança sem almoço e sem janta
Meu presidente preocupado com mergulho em Angra
Ignorância, e nada disfarça sua homofobia
Você [?] rejeita código, prefeito que viaja todo dia





[Verso 5: DK 47]
Tu querendo executar quem tem a pele preta (Ahn?)
Nosso povo sobrevive em meio à violência
Um preto num carro bonito passeando no domingo
Com a esposa e os filho, é 8 ou 80 tiro
De um milico defendido pelo mito
Em total despreparo com um dedo no gatilho, ahn
Agora avisa pro seu filho que viu a situação
Vi soldado ser o herói e na favela tá o vilão
Não esperem que a vida é [lástima?] de fogos
Tá na hora de vocês encarar a realidade
Vocês não conhece os verdadeiros vingadores
Porque minha tropa ainda grita só pela igualdade
Debaixo dessa farda eu só vejo homem covarde
Igualzinho nosso presidente nacional
Essa porra não é acidente, essa porra foi extermínio
Confusão é tu trocar açúcar pelo sal
Tô cansado desses cara rimando igual
Tudo trapper brasileiro, vê só fake rich




A diferença é que a meta de vocês é ser patrão
E a meta da minha tropa é formar mais líder
Eu já tava avisando que o filme é triste
Como tu apoiar direita morando no morro
Agora pode comentar, mais um cu pra tu tomar
Porque ter um cu só pra tomar vai ser bem pouco

[Verso 6: Cesar MC]
Yeah, yeah, yeah
Yeah, ahn
Vagabundo, o mundo é sujo
Por isso de farda eu não sou daqui
Não disfarço em cada pedaço à procura de resistir
Eles perguntam por que eu faço a resposta
Porque nasci fazendo do asfalto um palco [?], alguém me ouvia
Desde as batalhas de free, me sinto nômade
Vagando de braço em braço com uma missão a cumprir
Não pertenço a nenhum lugar, mas sei bem pra onde ir
Pois lá de cima do terraço Deus ouviu meu melhor free
E disse: "Vai", e por isso eu desci




Fome e sede de justiça, a gente se vê por aqui
Na terra onde o desacato é forjado sem existir
Pelo incômodo gerado ao fato de preto existir
Mas eu sigo revoltado tipo Cesar MC
Má gestão na educação atrasa a carroça e os bois
A ignorância é mais letal que as armas
Seja bem-vindo à era que escolheram juntar os dois
Justiça sem equidade é inútil, inexistente
Tipo a razão em discurso de quem tá ausente
Os playboy é chei' de dica pra levar os pobre pra frente
A Disneylândia comentando o que a Cracolândia sente
Respeite o lugar de fala de quem vive e paga o preço
Quando o erro envolve balas é sempre o mesmo endereço
A vida é uma canção infantil, meu bom
Mas essa aqui eu explico no próximo som



More by SANDERLEI

TRENDS - SONG LYRICS
Radar by Sanderlei
Everything in the musical world / Tudo que rola no mundo musical / ทุกอย่างในโลกดนตรี / Все в музыкальном мире / 音楽界のすべて.